# 22 - O Regresso

Sobre a Carta

Naipe: Ás
Verso: "Que seu segredo não entre em minha alma, nem seu porto meu navio."
Chaves: ESTADO DE CONSCIÊNCIA PLENA - TRANSIÇÃO - FIM DE UM SETÊNIO, INÍCIO DE UM NOVO - DESORIENTAÇÃO PRÓPRIA DA MUDANÇA DE FASE - RUPTURAS DE SITUAÇÕES QUE SE DESENVOLVERAM NOS ÚLTIMOS SETE ANOS.
Astro: Peixes morada de Vênus
Cabalah: Thaw - 22
Sobre:

A última carta dos Arcanos Maiores, ou a Zero em outras versões do Tarot, ou até sem número, ela representa o Homem no seu estado essencial. O Adão no paraíso, o feto dentro do útero, a consciência em um momento de conexão integral com o cosmos. Onde a gente se percebe desorientado, pois acabamos de cumprir uma longa jornada de sete anos, seguindo um determinado sentido de vida e realizando uma série de tarefas, como criar estruturas e conquistar espaço e relações para poder realizar os ideais estabelecidos. E agora? Tudo realizado. Não queremos mais nada do passado, mas ao mesmo tempo ainda não sabemos para onde ir. E é necessário romper os laços estabelecidos. Isto implica em cortes de situações, de raízes profundas que duraram no mínimo sete anos É uma carta que mostra um fecho da estrutura que você criou, das relações e dos objetivos e da aprendizagem. Então ela é a síntese de todos os 4 naipes. E é comum que estes pareçam no jogo junto com ela. Por isto significa um momento de transição, uma revolução em todos os aspectos. Mostra que você neste último setênio construiu uma base que não te serve mais. Mas que tem elementos para compor uma nova; conquistou um espaço na sociedade, mas esse espaço não satisfaz mais. E você está buscando um papel novo na sociedade também. Nesses últimos 7 anos você desenvolveu uma série de objetivos. Realizou-se naquilo que estabeleceu, mas a sua vida está sem desafios e agora quer novos ideais. Ou seja, você aprendeu o que queria aprender. Assim ela aparece trazendo rupturas de situações que você convive no mínimo há 7 anos. Por isso ela pode dar separação de casamento, mudança de casa, de emprego, término da faculdade, enfim, mudanças significativas.

Simbolos

Plano Espiritual: "A inescrutabilidade das leis divinas, o mistério da razão das coisas, o transcendente de que está acompanhado todo o ato."

A eclipse, representando a mudança de fase, do escuro para o claro, da absência à presença de luz, do desconhecido para o conhecido, do caos representado pelo deus Seth para a ordem representada pela restauração do sol durante o eclipse pela magia de deus Toth.

Plano Mental: "O princípio da credulidade como síntese da ignorância, a ousadia como causa do erro, a temeridade como elemento de perigo."

Ani, o personagem principal do Livro dos Mortos, saindo triunfante da Casa da Luz, tendo realizado o ritual de Iniciação dos sacerdotes. Carregando ao seu redor suas conquistas- a pele de leopardo, O cajado (Uas), a Chave Ansata e o crocodilo. Ele está envolto com a Pele de Leopardo, vestimenta própria dos sacerdotes, simbolizando a conquista do status elevado. Também vestida usada no fim do ritual “abertura da boca” Indicando que (alma do morto) está livre do corpo, e pode sobreviver (respirar, comer e beber no submundo). Representa a realização do Trabalho de Copas: a implantação do jogo de personagens necessários para a manifestação dos dons desenvolvidos no setênio dentro do ambiente social. Na mão esquerda o Cajado, mostrando que ele tem seu rebanho e sua plantação, resultado do Trabalho de Paus. Representando que ele conquistou as estruturas básicas no ciclo passado. Já, na mão direita, a Chave da Sabedoria (A cruz Ansata) mostrando que ele aprendeu tudo o que deveria aprender neste setênio. O resultado do Trabalho de Ouros, a consciência e o uso dos conhecimentos.

Plano Fisico: "Tende aos processos que favorecem a imprudência, a extravagância, o delírio, o desvanecimento, o desenfrear nas paixões em busca de gratificação."

Os planos se unem em torno da figura central. Do plano material emerge o Crocodilo, símbolo das forças subterrâneas dominadas. O Crocodilo reúne toda a matéria prima a ser aperfeiçoada. Representa a conquista do Trabalho de Espadas, a realização dos objetivos kármicos, da transformação dos dons em capacidades. E através delas o exercício do Dharma. O barco também simboliza a mudança de fase, a transformação, sendo que na mitologia egípcia o barco era o veículo que levava o sol em sua jornada pelo céu.

Astro e a Casa: Peixes morada de Vênus Plutão
Princípio: "O Regresso como o ato de reintegração."
Dica da Cabalah: Thaw: O mistério da lei que compreende todas as leis. O princípio da luz que vivifica, o calor vivente, a transmigração da alma através de infinitas experiências, o conhecimento como expoente de todas as realidades.

Exemplos

  • Corte com atividades e relações com pessoas que você já mantém à mais de sete anos
  • Mudança de casa OU cidade ou país
  • Mudança de estado civil.
  • Viagens que se transforma em um marco
Amor:
O Regresso indica o fim de um ciclo de 7 anos no relacionamento. Vocês estão muito mudados do que eram 7 anos atrás. Nesses últimos anos conquistaram muitas coisas, cresceram juntos, mas agora querem coisas novas, explorar novas emoções e modos de se relacionar. Pode indicar que vocês ainda estão um pouco perdidos, sabem que querem uma renovação, mas ainda não sabem o que irá por vir. Agora basta se perguntar, seu parceiro está mudando com você? Vocês iram renovar o contrato, e iniciar um novo ciclo juntos? Ou chegou a hora de cada um tomar o seu rumo?
Trabalho:
Você terminou um projeto que englobou todos os setores. A nova vida te espera. Para poder iniciar a nova trajetória, é necessário redefinir os objetivos. Qual é a estrutura que você precisa? Qual o ambiente que te proporciona o melhor desenvolvimento dos seus talentos? Quais os interesses que vão reger seus objetivos? Qual o sentido que vai dar para sua vida agora? Todas essas dúvidas fazem parte dessa transição.
Familia:
Transformações na vida familiar. Mudanças, viagens longas, ou pessoas chegando de fora. Período de uma certa instabilidade.
Caracter:
Visionário. Livre. Mutante. Louco.