# 20 - A Ressurreição

Sobre a Carta

Naipe: Naipe do Corpo
Verso: "Flor na macieira, fruto na videira, o semeado está amadurecido."
Naipe: Naipe do Corpo
Verso: "Flor na macieira, fruto na videira, o semeado está amadurecido."
Chaves: SÍNTESE DE UMA ETAPA DA VIDA - PROCESSO DE METABOLIZAÇÃO DOS CONTEÚDOS ABSORVIDOS NO ÚLTIMO SETENIO - RENASCIMENTO - ELABORAÇÃO DE UMA NOVA FORMA PARA O SER
Astro: Capricórnio morada de Marte
Cabalah: Resh - 20
Sobre:

A Ressurreição representa o fim de a série de trabalhos realizados neste setênio. A síntese que trará a metamorfose, como a borboleta em seu casulo, preparando-se para voar. Mostra um processo de metabolização interna. É como se você fosse um boneco que você foi ao longo dos últimos sete anos, que você foi recheando com conhecimentos, instrumentos, dons desenvolvidos, capacidades, personagens, frustrações. E agora como se tudo fosse parafina, você está colocando numa grande panela, derretendo tudo, purificando, clareando e sintetizando numa nova forma, formando um novo boneco. Uma nova pessoa que nasce agora muito mais integrada com o ambiente. É como o Eremita, depois de um processo de integração a pessoa renasce dentro de situações onde ela se identifica mais. Porque a síntese da carta 20 se refere basicamente aos papéis identificados na carta 18, Ela sempre é uma conclusão de um processo de integração. É uma carta que indica que de um tempo pra cá você vem renascendo. É uma carta forte, em termos de integração, de ter encontrado um canal de identificação, para ter uma participação mais ativa na sociedade.

Simbolos

Plano Espiritual: "A iluminação interior, o despertar das forças latentes, a inspiração em ato."

O pássaro , com cabeça humana. Representa a alma humana transitando de uma vida a outra. Ele segura uma vela, que representa o ar, o sopro e o bastão, Uas, que precisará para o renascimento. representa a personalidade.

Plano Mental: "A revelação da genialidade, o estímulo sobre as coisas mais elevadas, a conversão do inferior sobre o superior."

Nesta cena, está representado o final do ritual de mumificação com o desprendimento do . A múmia é o símbolo da reencarnação. Representa a conclusão de um processo e reinício de uma nova vida. reinício de uma nova vida. A figura dessa carta vem do Livro funerário do túmulo do Escriba, Ani. Os egípcios costumavam por junto a múmia o que é chamado de “Livro dos Mortos”, que são instruções, rimas e feitiços que ajudariam a guiar a alma do falecido a “sair das trevas da tumba ou retornar do além para a luz do sol, ou então impedir que ele fosse privado de inteira liberdade de ação após a morte. (1)” Nesta carta é interessante associar as divisões vistas no corpo da múmia, com os pedaços do corpo de Osíris, a primeira múmia nos mitos egípcios. No mito de Osíris, seu corpo foi esquartejado por seu inimigo Seth. Os pedaços do corpo foram espalhados alongo do Nilo. A esposa de Osíris, Isis, foi em uma longa jornada a procura dos pedaços de seu marido, encontrou todos, com exceção do pênis que foi devorado pelos peixes. Isis esculpiu uma moldura para substitui-lo. Os pedaços foram então emendados e embalsamados com a ajuda e magia de Toth, Horus e Anúbis. Osíris então pode renascer e tomar seu lugar como Deus do Submundo. Na carta 20 esse mito representa a síntese interna que ocorre nesse momento na vida do consulente, que vem se preparando, se formando, unindo toda sua aprendizagem para uma transformação.

Plano Fisico: "Tende aos processos que estabelecem uma harmônica correspondência entre a subconsciência e a consciência, entre o moral e o material, entre o que sentimos, pensamos e fazemos."

Uma pira, uma pequena lareira, com um recipiente onde os egípcios derretiam os bálsamos na preparação da múmia. É o símbolo da preparação de um novo ser.

Astro e a Casa: Capricórnio morada de Marte Lua
Princípio: "A Ressurreição no ato de despertar a espiritualidade."
Dica da Cabalah: Resh: O mistério da autonomia de cada ser vivente. Princípio do intelectível, da deliberação, da opinião, da decisão; a vida como sucessão das formas e os atos como sucessão das idéias.

Exemplos

  • Encontros e reencontros
  • Inicio de uma nova vida
  • Nascimento ou geração de um filho
  • O surgir de um talento
  • Renascimento
  • Reunião de vários objetivos em uma atividade só
Exemplos: Renascimento - Encontros e reencontros - Inicio de uma nova vida - Reunião de vários objetivos em uma atividade só - Nascimento ou geração de um filho - O surgir de um talento.
Amor: Você ou vocês vem se preparando para passar para uma nova fase da sua vida afetiva.
Trabalho: Você vem se preparando para avançar em sua vida profissional; vem estudando, aprendendo de suas experiências, elaborando o seu projeto, e se preparando para usar tudo isso para conquistar seu avanço profissional. Está criando uma nova forma de se representar no ambiente de trabalho, onde incorporará toda a sua sabedoria, e talentos fundindo experiências do passado com o presente. E como se você fosse uma lagarta que está construindo seu casulo, no futuro irá se transformar em uma borboleta, pronto para passar para o próximo capítulo de sua vida profissional.
Familia: Sua família vem se preparando para uma transformação, para passar para uma nova etapa. Processos de aprendizado, dar ouvido e consideração a todos os membros, união, gravidez, preparando filhos para um marco importante em sua vida (graduação, saída de casa). Reunião de vários objetivos em uma atividade só.
Caracter: Inovador, persistente, organizador, artista, espiritualizado.