# 03 - A Imperatriz

Sobre a Carta

Naipe: Naipe do Espírito
Verso: "Tecendo está teu tear, telas para teu uso, e telas que não irás usar. "
Chaves: REORGANIZAÇÃO DE CONTEÚDOS INTERNOS E EXPANSÃO DE NOVAS RELAÇÕES - ELABORAÇÃO MENTAL - PLANEJAMENTO - CRIAÇÃO DE ESTRATÉGIAS
Astro: Júpiter em Sagitário
Cabalah: Ghimel - 3
Sobre:

O terceiro Arcano do Naipe do Espírito representa o poder da Mente, o raciocínio e a capacidade de estabelecer relações. A expressão e a comunicação. Portanto, é um momento de organização geral. Internamente, uma nova forma de associar os conhecimentos e os instrumentos. Externamente, a expansão das relações. Você se sente como se fosse um artesão e estivesse tecendo uma série de novas relações. Está assumindo tudo o que pode usar da sua bagagem: seus conhecimentos, seus dons, suas capacidades. E buscando colocar pequenas raízes dessa teia em todas as oportunidades que a sociedade lhe oferece. É um momento de criar condições para se expandir. Está organizando de uma nova forma sua vida, a partir de conhecimentos adquiridos. Momento de planejamento, mais que ação. Reflexão, raciocínio. Você está conseguindo explicar melhor aquilo que pensa. Organizar de uma forma mais objetiva os seus planos. Muita criatividade, e rápido nas associações. Cuidado para não ficar só na razão. É hora de expandir seu espaço na sociedade e isso exige muita diplomacia, que não falta para quem está simbolizado por Nefertite. O raciocínio está muito ativado. Você descobrirá outras maneiras de associar suas experiências e suas capacidades. Descobrindo novas combinações com as mesmas roupas. E conseguirá integrar partes suas que estavam destacadas. Ampliação das relações com o ambiente. Muita criatividade na solução dos problemas. Clareza. Facilidade de expressão das idéias. Abertura de canais de comunicação. Conforme a posição desta carta no jogo: No tema do jogo: A reestruturação interna é mais intensa. Na periferia do jogo: A organização de projetos.

Simbolos

Plano Espiritual: O conhecimento do oculto e do manifestado, o passado e o porvir fazendo-se realidade no presente.

A aura da deusa Ísis invadindo o Plano Mental – são as doze estrelas que representam as vias do saber, os doze signos do zodíaco.

Plano Mental: A idealização, generalização e manifestação, o espiritual, o mental e o físico, Criação, Conservação e Renovação.

A Deusa Ísis está sentada num cubo geométrico, que é o símbolo das relações do produto cartesiano e significa um momento de trabalho mental. Nas mãos da deusa o bastão, representando o poder sobre o corpo e a matéria. Ela usa o chapéu de serpente que da deusa Uadjit, protetora do Baixo Egito, e conversa com um abutre, símbolo de Nekhebet, padroeira do alto Egito. Coletivamente elas simbolizam a união do Egito e o poder de diplomacia da Imperatriz. Ela é a mente, a conexão entre o material e o espiritual.

Plano Fisico: Tendência a expansão, multiplicação e concretização das idéias, desejos e atos que expressam a vida interior.

A lua crescente como símbolo da criatividade, da criação, da elaboração mental.

Astro e a Casa: Júpiter em Aquário - Libra
Princípio: "A Imperatriz no ato de fazer-se manifesta sua potência."
Dica da Cabalah: GHIMEL: O dinamismo vivente. Representa a natureza divina, o organismo em função, a conjunção das forças que tendem ao mesmo fim, a matriz universal em seu trabalho criador, o Verbo em função.

Exemplos

  • Organização
  • Planejamento
  • Reforma
Amor:
Planejar a vida à dois, filhos, ou construção.
Trabalho:
Elaborar projetos. Divulgar. Ampliar contatos, investir na diversificação do ambiente. Estabelecer sociedades.
Familia:
Planos para o futuro. Reorganização dos bens.
Caracter:
Atividade mental intensa, raciocínio. Estrategista.